Arquivo de Maio, 2009

28
Maio
09

Provavelmente… o vídeo mais violento de sempre.

Este vídeo capta o que mais impressionante e violento existe em filmes como o Padrinho, Lista de Schindler, Braveheart, Laranja Mecânica e o Exterminador Implacável (quando ainda não exterminava politicos na Califórnia… e apenas queria acabar com tudo o que se chamasse Sarah Connor).

Não recomendo este vídeo a pessoas sensiveis, ou que adorem coelhinhos como animais de estimação…:

21
Maio
09

O caso da Professora de Espinho… e a nossa sociedade.

E as escolas que frequentei voltam a estar no mapa pelas piores razões…! Uma tinha a pior cantina do país… outra teve um professor que faleceu por falta de assistência médica… e outra é palco da noticia do momento: – a muito badalada gravação de uma aula de História na Escola C+S Sá Couto. Não me vou alongar muito sobre este assunto, porque já todos ouvimos os excertos divulgados pela comunicação social, sendo fácil concluir que a professora usou palavras muito (mas mesmo muito) infelizes.

E que conclusão tiramos daqui? Que a professora é desequilibrada emocionalmente? Que não tem perfil para a docência? Que é tarada? Que é o anti-cristo? Uma espécie de Saddam Hussein Tuga do sec XXI…? Eu não tiro conclusão nenhuma porque não ouvi a gravação total da aula, e nem conheço os antecedentes a este triste episódio. Quem tem que tirar as devidas conclusões… é a comissão disciplinar destacada para o caso (é para isso que são pagos…).

Pessoalmente, acho que este caso deve ser analisado de forma profunda, e apesar de insólito e isolado (apenas porque foi gravado…) só deixa em “estado de choque” quem está totalmente a leste da realidade vivida nas escolas públicas. Esta realidade  infeliz COMEÇA EM CASA, porque os pais andam a falhar como Educadores (devido a vários factores da vida como o emprego e derivados) e deixam os filhos entregues a si proprios, à net, e aos Morangos com Açucar… associado à crescente descredibilização da profissão de Professor. A ideia que o canudo associado a um bom salário nos torna seres superiores…! Julgo que não deve ser nada fácil para um Professor estar perante uma turma de 20 e tal “crianças de 12/13 anos”, onde 3/4 elementos destabilizadores resolvem contrariar tudo e mais alguma coisa, apenas porque sim. Os miudos nessa idade são muito complicados e provocam conflitos de forma gratuita, e têm uma noção de respeito (ou falta dele… ) pelo professor muito diferente do que a geração que hoje tem mais de 25 anos. Eu estranho o que leva uma professora que é tida como exemplar por muitos, a ter esta lamentavel atitude… como tambem estranho o facto de uma aluna levar um  gravador para a aula, assim como tambem estranho a passividade do Conselho Executivo daquela escola…! Este é um caso que não tem um unico culpado… mas que tem N culpados.

Eu acho que a Professora sofre de um sindrome conhecido como “Bournout“, que se revela quando os profissionais sofrem de imenso stress, constante humilhação, frustação das expectativas e reuniões em excesso, desinteresse dos superiores pela sua carreira entre outros. Isto origina o tipo de atitudes que aquela professora teve. [E só quem estiver alheado da actual realidade do nosso país… é que não percebe a facilidade com que isto pode acontecer] .

Seja como for… existe uma comissão competente para tantar perceber o que se passou.

 Por isto tudo, é que não acho correcto o linchamento publico que se está a fazer a esta professora, sem se saber todos os factos. Uma pequena pesquisa pela net… e vemos comentários como “mostrem a fronha dessa *piiiiiiii* para toda a gente saber quem ela é” e outras preciosidades que revelam o elevado nivel intelectual do nosso pais…! Até vi deputados na Assembleia da Republica com comentários perfeitamente infelizes sobre este caso (sim… porque muitos politicos deviam ter algum bom senso quando abrem a boca…).

Porque não se enterra a Professora até ao pescoço e se atiram pedras? Noutros paises fazem isso… e nós ficamos todos chocados com tal crueldade. Até mandamos e-mails a apelar à Amnistia Internacional e tudo mais… mas a verdade é que fazemos algo semelhante só que de forma dissimulada. Acho que ninguem se lembra que esta Professora é também um ser humano e tem uma familia…!

Este é apenas um caso que revela a nossa sociedade, o nosso Portugal mesquinho e bacoco. Nós somos um povo que adora opinar sobre a vida alheia, que adora  as desgraças dos outros e gosta de seguir modas… apenas porque sim…!  Somos um povo que adora opinar e criticar sem pensar verdadeiramente no que se está a dizer pela boca fora.  Adoramos as pessoas pelo que têm e não pelo que são. Idolatramos o chico-espertismo e criticamos quem trabalha com seriedade e honestidade. Somos um país onde caiem pontes e não se responsabiliza ninguem (apenas os infelizes que morreram e respectivas familias). Acho que é por esta mentalidade que nunca saimos da cepa torta e andamos desde os Descobrimentos em crise…! 

Agora andamos a julgar uma Professora como se estivessemos na Idade Média. Naquela altura ela era presa a um tronco e queimada… agora divulgamos uma ideia pré-fabricada a mais de 10 milhoes de pessoas sem se analisar a situação a fundo. É por isto que o mundo está no estado em que está…

Estamos no século XXI… e acho que temos obrigação de ter um nivel intelectual e humanistico adequado ao século em que vivemos.

03
Maio
09

Mother’s Day (1980)

Hoje é o dia da mãe (ia-me esquecendo…) e acho que é um bom dia para falar de um dos filmes mais indigestos e violentos que vi até hoje…! Este é daqueles filmes que deram há alguns anos na rtp por volta das 3 da manhã… e que acabei por o ver (estava muito cansado para apagar a tv… ou para me deslocar para a cama).

mothersday1

 Este filme realizado por Charles Kaufman, conta a história de três velhas amigas do tempo da escola, que vão todos os anos acampar num bosque (que bonito…), onde se divertem, bebem uns copos, nadam nuas no rio (aqui as coisas começam a ficar realmente bonitas…).  Este acampamento vai-se tornar um verdadeiro pesadelo, quando elas são capturadas por dois homens com fortes distubios mentais que têm o sequestro, violação e tortura de inocentes como principal passatempo (aqui as coisas começam a ficar menos bonitas...). Estes homens levam as três amigas para a sua casa isolada no meio do bosque, onde vivem com a sua mãe muito pouco convencional. Durante todo o filme… a “simpática” mãe incentiva os filhos a actos de sexo, violência e até mesmo ao homicidio (aqui as coisas já não estão mesmo nada bonitas…). Uma das jovens acaba por ficar gravemente ferida (vindo a falecer posteriormente…), enquanto as outras duas acabam por conseguir escapar daquela casa dos horrores. As duas fugitivas rapidamente se armam e preparam uma vingança sangrenta contra os dois homens e a sua querida mãe…002428_9

Foto: “I’m so proud of my boys, they never forget their momma.” (com uma mãe assim e a viver no meio do bosque… é dificil não ficar com passatempos muito esquisitos…)

O filme não teve muito sucesso no seu ano de estreia e foi fortemente criticado pelas cenas de violação, assim como por outras cenas de violência gratuita. Isto fez com que o filme fosse classificado com a categoria R (equivalente aos nossos M/18), ou que acabasse banido em muitos paises.

Trailer:

Seja como for… existem rumores/boatos que o realizador Brett Ratner (Hora de Ponta, X-Men 3) ja está a preparar uma remake deste pequeno clássico.

_________________________________________________________________________________

Para ver mais textos longos sobre filmes… seleccione: Categoria –  Casual Cinema




RECOMENDAÇÕES

Visitem a categoria: CASUAL CINEMA
Maio 2009
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

My Twitter Space