Posts Tagged ‘Piranha 2

18
Abr
09

Piranha 2 – The Spawning (1981)

No seguimento do relativo sucesso de Piranha (1978), surge um filme que tenta ser uma sequela ainda mais aterradora e fantástica que o original… e a verdade é que consegue (mas não pelas melhores razões).

piranha2_thespawning

Comecemos pela tipica história habitual neste género de filmes, onde um clube paradisíaco a poucos metros da praia acaba por se tornar um verdadeiro pesadelo para os seus utentes (a maioria são turistas estupidos e broncos), devido à fome insaciavel de um grupo de piranhas com caracteristicas muito particulares.

E que caracteristicas particulares são estas??? Será que os peixes voam? Será que as piranhas respiram fora de água? Será que elas atacam imediatamente a jugular das vitimas de forma a serem devoradas num piscar de olhos? A verdade é que… as piranhas voam, respiram fora de águae atacam logo a veia jugular de forma a não darem a minima hipotese ás suas vitimas. Porque razão ter apenas peixes que voam (como se isso já n fosse assustador…) se podemos ter um 3 em 1? Monstros terrivéis… que fazem com que o Tubarão de Spielberg pareça um peixinho de coro…!

Como um filme de série B que se digne, este filme tem os ingredientes habituais do género, como uma má história, diálogos do piorio, e um evento que possa atrair muitos turistas para o local do filme. Neste caso… o evento chama-se… “Noite do Peixe Frito[pelo nome… tenho quase 100% de certeza que não me iam apanhar lá…]. As piranhas foram criadas por um bioquimico de forma a serem usadas como arma de guerra (muito provavelmente contra os Russos). Tem ainda personagens como o tipico dono que se recusa a cancelar a “Noite do peixe frito…”, velhas assanhadas que tentam “violar” os jovens salva-vidas, mulheres que procuram homens ricos, miudas que passeiam completamente nuas de barco e um tipo que pesca com… dinamite. Isto são apenas algumas das preciosidades que este filme tem… porque ainda tem mais… muito mais!

p2

Para percebermos melhor o tipo de filme de que estou a falar… basta ter em conta os primeiros minutos do filme, onde um casal de mergulhadores está a visitar os destroços de um navio naufragado e começam a fazer sex… amor… fazer amor debaixo de água, numa cena onde a mulher retira o bikini e rasga com uma faca os calções do companheiro, e com a emoção até retiram as máscaras e o tubo de oxigénio (continuam debaixo de água…) e são assim supreendidos pelas piranhas. Ainda não percebi se eles estavam a cometer um suicidio colectivo e morreram afogados… ou se foram mesmo as piranhas que os mataram.

Deixo aqui uns videos que valem mesmo a pena serem vistos:

Cena emblemática é a cena em que uma funcionária da morgue é atacada (na morgue…) por uma piranha que sai da barriga de um corpo:

We Want fish (vejam a partir do 1:30m…):

Não restam duvidas que muitas leis da Natureza foram desafiadas neste filme…

E quem foi o realizador de tal disparate? Aposto que nunca mais o deixaram realizar nenhum filme para o bem da humanidade (e das piranhas)… certo? Mas a prova de que nem sempre de pequenino se torce o pepino… foi dada neste filme realizado por James Cameron (Terminator, Aliens, The Abyss,  True Lies e Titanic). Nem todos começamos as nossas carreiras por cima… mas mesmo assim… que forma disparatada de começar a carreira 🙂

Curiosamente… a produção nem conseguiu chegar a um nome para filme. O filme começa como Piranha 2 – The Spawing… e nos créditos finais acaba como Piranha 2 – Flying Killers…!

_________________________________________________________________________________

Para ver mais textos longos sobre filmes… seleccione: Categoria –  Casual Cinema




RECOMENDAÇÕES

Visitem a categoria: CASUAL CINEMA
Julho 2017
S T Q Q S S D
« Mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

My Twitter Space